News USE EPi: Notícia do acidente com operário no Arena Corinthians

News USE EPi

Arena Corinthians

Arquibancada provisória no lado sul da Arena Corinthians foi o local do acidente (crédito: divulgação/Fast Engenharia)

 

Oferecer os equipamentos de EPI é uma responsabilidade do empregador mas o seu uso compete ao trabalhador. O empregador fornece a seus funcionários, gratuitamente os equipamentos de proteção individual, adequados ao risco da sua função com as devidas orientações de como utilizar. De outro lado o trabalhador deve fazer seu uso adequado, preservando sua segurança.

Mas na maioria das vezes ainda presenciamos a resistência ao uso destes equipamentos, uma atitude insegura, onde o funcionária se expõem, de forma consciente ou inconsciente, aos riscos de acidentes.

Estes atos são responsáveis por muitos acidentes de trabalho. Foi o que ocorreu no acidente de trabalho da construção da Arena Corinthians no dia 29 de março de 2014.

Um operário que trabalhava nas obras das arquibancadas provisórias, sofreu queda de uma altura de 8 metros. Conforme informações e indícios fornecidos pela Polícia Civil foi apontado fator de negligência, segundo relatos, o funcionário não teria utilizado cabo vida (equipamento que evita quedas de altura), que fatalmente lhe ocasionou múltiplas lesões e e morte.

Por isso a importância de sempre seguir as orientações da equipe de segurança de trabalho e exigir o uso dos EPis. Conscientização e treinamento salvam vidas!

A Polícia Civil encerrou na tarde de domingo a perícia no local do acidente onde Fabio Hamilton da Cruz perdeu a vida após cair de uma altura de oito metros enquanto trabalhava em uma das arquibancadas móveis da Arena Corinthians. O local já foi liberado pelos policiais e a obra deve ser retomada na manhã desta segunda-feira.

A partir de agora, o titular do 65° DP de Artur Alvim, o delegado Luiz Antonio da Cruz, ouvirá pessoas que estavam no local e viram o acidente de perto. Ao menos dois colegas de Fábio estavam a poucos metros no momento em que o operário caiu. Os primeiros indícios apontam como negligência do funcionário.

ENTERRO EM DIADEMA
Também neste domingo, por volta das 16h, o corpo de Fabio Hamilton da Cruz, 23 anos, foi sepultado no cemitério municipal da cidade de Diadema. O operário perdeu a vida após cair de uma das arquibancadas provisórias da Arena Corinthians. Familiares e amigos se reuniram para prestar as últimas homenagens ao morador do Parque Reid.

– Ele era um amor de pessoa. Gostava muito de ficar com a família. Tinha medo de altura – disse a prima Marina Dionísio, em entrevista ao Diário do Grande ABC.

Segundo alguns familiares, Fabio era corintiano fanático, se orgulhava de trabalhar nas obras do estádio do time de coração e aguardava a finalização das obras para acompanhar os jogos da equipe lá.

Créditos da Notícia:
Leia mais no LANCENET!